As morcelas de arroz, são referidas como sendo um produto típico da alta estremadura ou da região de Leiria, existindo aproximadamente 20 variedades distintas deste enchido, que se assume como uma marca ancestral das matanças do porco.

Na Batalha, existem diferentes tipos de morcela de arroz, da qual se destaca a morcela “branca”, tradicional da localidade de Reguengo do Fetal e que na sua confecção, não inclui o sangue do porco.

Igualmente, existe (ou existia) a produção caseira de morcelas de arroz em toda a faixa que vai desde o Valado dos Frades e Alcobaça, até à Batalha, a Ourém, Tomar, Ferreira do Zêzere, Oleiros e Fundão. As Morcelas da Batalha e as do Fundão, tornaram-se produtos de salsicharia industrial e são vulgares nos principais supermercados, onde existe igualmente, a morcela de arroz de Lamego.

 

Ingredientes:

 

Carne de porco

Arroz

Tripa de Porco

Sal

Pimenta

Colorau

Cominhos

Piripiri

Vinho d’alhos

Cebola e salsa.

 

Modo de Preparação:

 

Pica-se carne de porco para um alguidar vidrado, onde se deixa de vinho de alhos, um a dois dias, devidamente temperada de sal e bastante colorau doce, pimenta, cominhos e piripiri a gosto.

Findo este repouso, jun­ta-se-lhe cebola e salsa picada e arroz.

As tripas, depois de bem lavadas, são cortadas em pedaços convenientes, atadas numa extremidade, cheias com a mas­sa, atenção que não devem ficar completamente cheias por­que o arroz ao cozer carece de espaço, e põem-se a cozer.

De vez em quando, com um garfo, devem picar-se, afim de sair o líquido excedente e não rebentarem com a cozedura.

Devem retirar-se ainda mal cozidas, afim de, na altura de serem servidas poderem aquecer-se e, completar a coze­dura; também, então, pode optar-se por assá-las na brasa.

 

Fonte: Câmara Municipal da Batalha

Morcela Branca de Arroz
0.00(0 votes)

Publicado Por Pratos da Região

Comentário (0)

Deixe Um Comentário