O nome da receita, provém da palavra árabe “zerem”, embora, em algumas zonas do Algarve lhes chamem apenas papas de milho. É um prato que nasce do encontro e das trocas de mariscos e de peixe, pelo milho, entre os habitantes da serra e do litoral, em que se juntou as papas de milho às conquilhas, os bocadinhos de pão frito (com a gordura da fritura, para dar sabor) e uns bocadinhos de toucinho.

As papas de milho, no Algarve, derivam do milho mais grosso, que foi introduzido na região pelos árabes, sendo que, até então, somente existia um tipo de milho miúdo que não era utilizado para alimentação. O clima algarvio, era favorável a este tipo de cultura, sendo que a mesma, apresentava a vantagem de se encontrar isenta, enquanto que o trigo, por exemplo, pagava tributo. Ingredientes:

 

Ingredientes:

Para 4 pessoas

1kg de amêijoas

100 g de toucinho fumado

100 g de chouriço

100 g de presunto

200 g de farinha de milho

1 dl de vinho branco

sal e pimenta q.b.

 

Modo de Preparação:

 

Numa tigela lave as amêijoas em água fria, a fim de libertar as impurezas que possam conter. Em seguida, cubra-as com água do mar, cerca de 4 a 5 horas. No caso de não ter acesso a água do mar, utilize água doce temperada com sal.

Corte o presunto e toucinho fumado em tiras pequenas e o chouriço às rodelas.

Frite-os numa frigideira, em lume brando.

Retire as amêijoas da água. Coza-as num tacho, cobertas de água, cerca de 8 a 10 minutos.

Escorra o líquido onde as cozeu, tendo o cuidado de o passar por um passador fino. Tire o miolo das amêijoas. Deite num tacho, junte o caldo da cozedura, adicione o vinho e leve ao lume, deixando ferver um pouco.

Peneire a farinha.

Retire o tacho do lume e adicione a farinha para não encaroçar.

Leve novamente ao lume e deixe cozer, mexendo de vez em quando. Junte as carnes e sirva bem quente.

Conselho: As carnes devem ser caseiras, de preferência. Demolhe-as, em água fria, durante 3 a 4 horas, antes da sua utilização.

 

Fonte: Região de Turismo do Algarve

Xarém (ou Xerém)
0.00(0 votes)

Publicado Por Pratos da Região

Comentário (0)

Deixe Um Comentário