A caldeira à algarvia, a par do que se verifica com a generalidade das caldeiras de todo o mundo, tem a sua origem no mar, a partir da junção do peixe com menos valor comercial atribuído à da tripulação do barco, com outros produtos trazidos além-mar, como as batatas, o tomate e a malagueta e faz parte integrante da cozinha regional das regiões costeiras, com variações dos temperos e dos ingredientes que acompanham o peixe e o marisco. A caldeirada do Algarve integra muitos e finos peixes. As caldeiradas variam, originalmente, de barco para barco, mas as algarvias, apresentam a presença obrigatória do rascasso, ou galinha-do-mar, e do pata-roxa, ou caneja, uma espécie de tubarão.


Ingredientes:
Para 4 pessoas

    • 1,5 kg de peixe [sendo obrigatórios:
    • rascasso (galinha-do-mar), safio, pata-roxa (caneja), e facultativos: raia, tremelga, tamboril, peixe-aranha, ruivo, xarroco e corvina] ;
    • 1 kg de tomate maduro ;
    • 1,5 dl de azeite ;
    • 3 cebolas ;
    • 3 dentes de alho ;
    • 1 pimento ;
    • 1 copo de vinho branco ;
    • 1 bom ramo de salsa ;
    • 1 ponta de folha de louro ;
    • pimenta ;
    • 500 g de amêijoas ou conquilhas ou berbigões ;
      700 g de batatas ;
    • sal
  • Modo de Preparação:

Arranjam-se os peixes, cortam-se em postas ou em bocados, segundo as espécies e temperam-se com sal.

A pata-roxa deverá ser temperado com sal apenas 15 minutos antes de preparar a caldeirada.

Devem aproveitar-se a cabeça do rascaço e os ossos e as cartilagens da cabeça do safio. Deste peixe apenas se aproveita a parte que vai do umbigo para cima

Têm-se as amêijoas (ou as conquilhas ou os berbigões) bem lavadas e sem areia e colocam-se no fundo do recipiente onde se irá fazer a caldeirada.

Rega-se com o azeite e introduzem-se os peixes em camadas alternadas com as cebolas, o tomate e as batatas cortadas em rodelas (sendo as rodelas de batata mais grossas), o pimento em tirinhas e os alhos picados.

Rega-se tudo com o vinho branco e introduzem-se a salsa e o louro.

Tempera-se com pimenta, tapa-se o recipiente e deixa-se cozer em lume brando.

A caldeirada está geralmente pronta cerca de 30 minutos depois de iniciada a fervura.

Colocam-se os peixes mais rijos por baixo e os mais sensíveis por cima.

Depois de cozida a caldeirada, serve-se devendo retirar-se na vertical para que todos comam de todas as espécies de peixes.

Servida a caldeirada, côa-se o caldo, acrescenta-se com um pouco de água e leva-se ao lume. Assim que levantar fervura introduzem-se os cotovelinhos (2 colheres por pessoa), deixam-se cozer e serve-se a sopa.

Existe também quem faça arroz com o líquido da caldeirada.

Fonte: www.cgalgarve.com

Caldeirada à algarvia
0.00(0 votes)

Publicado Por Pratos da Região

Comentário (0)